21 novembro, 2006

20 DE NOVEMBRO



Palmares, 20 de Novembro de 1665

O 20 de novembro trata da data do assassinato de Zumbi, em 1665, o mais importante líder dos quilombos de Palmares, que representou a maior e mais importante comunidade de escravos fugidos nas Américas, com uma população estimada em mais 30 mil pessoas.
Em várias sociedades escravistas nas Américas existiram fugas de escravos e formação de comunidades como os quilombos. Na Venezuela, foram chamados de cumbes, na Colômbia de palanques e de marrons nos EUA e Caribe.
Palmares durou cerca de 140 anos: as primeiras evidências de Palmares são de 1585 e há informações de escravos fugidos na Serra da Barriga até 1740, bem depois do assassinato de Zumbi.
Embora tenham existido tentativas de tratados de paz os acordos fracassaram e prevaleceu o furor destruidor do poder colonial contra Palmares.

3 comentários:

erick vicente disse...

Incrível o número de tentativas revolucionárias que a história desta nação tenta nos lembrar a muito custo. Uma pena que foram sucumbidas no ideário tronxo de uma nação soberana e unida. As únicas vitórias que lembro foram as diretas já e o impedimento de Fernando Collor. Mas, hoje, não acredito mais que foi o movimento das massas unidas que proporcionaram isso. Sinto que estamos, denovo ou ainda, na estaca zero!

Se não regredimos.

erick vicente disse...

Mais um pouco...

Acho que seria mais interessante se nossos líderes tivessem feito um concurso nacional para um monumento a consciência negra, pois um feriado só ferra com a micro-empresa, que não gira mercadorias mas tem as contas vencendo sem intervalos!

Com um concurso, geraria renda aos vencedores (arquitetos), aos construtores, aos operários (mais empregos), além de ser uma obra física e não apenas simbólica. Perduraria o ano todo, além de tentar criar mais pontos turistico-culturais para a cidade!

sem mais.

Abraços!

Marconi Leal disse...

Mário, obrigado pelas visitas e pelo comentário gentil. Também gosto muito daqui, rapaz. E de tua maneira concisa e direta de escrever. Grande abraço.