25 setembro, 2006

POBRE SUZANE...



São Paulo, 06/06/2006

Este talvez seja o mais controverso ponto de vista aqui exposto. Incumbo-me apenas de evocar o advogado do Diabo.

O Desembargador do Tribunal de justiça Canguçu de Almeida frustrou o desejo dilacerante da nação ao impedir a transmissão ao vivo do julgamento de Suzane Richtofen. As redes Record e Bandeirantes estavam preparadas para levar ao ar, ao vivo, o julgamento. Outra magistrada mostrou-se indignada contra a posição do colega, entendendo tratar-se de e um caso respaldado em clamor popular e por tanto deveria ser transmitido.
A alegação para o cancelamento fazia referência ao fato de que poderia influenciar os jurados.

Balelas, Suzane já foi condenada.

Condenada por todos os pais e mães que não conseguem conceber um filho que mate seus próprios pais. Foi condenada pelos jornaleiros, taxistas, padeiros, pedreiros, motoristas de ônibus que trazem no seu parecer a indignação contra todo o estado de violência que vivenciamos, dia a dia.

A simplicidade, por vezes a ignorância, o medo o “status cuo” do...

- Vejam as fotos, olhem que família feliz!

Clamam por punição exemplar a esta malévola criatura, Suzane Von Riquitofem, que aniquilou, a sangue frio, seus pobres pais.

Os adeptos da moral e dos bons costumes, da ordem e do positivismo tupiniquim, do conservadorismo, antecipam o julgamento, como sempre, e executariam a Nosferatu ali mesmo. Melhor, tentariam atribuir aos rapazolas da classe inferior a responsabilidade pela crueldade, deixando para a agora pobre menininha o álibi do desequilíbrio mental.

O que a sociedade não admite é ser enganada em seu programa de TV dominical. O Fantástico exibiu trechos da conversa entre Suzane e seu advogado, simulando uma farsa. Não perco meu precioso tempo com folhetins fantasiosos e posso estar errado, mas... O Fantástico teria violado algum direito de Suzane?

Voltando ao povo indignado

- Terá sido esta a primeira vez que réu e advogado combinam sua estratégia de defesa?

Voltando ao folhetim fantasioso.

Por que o Fantástico não gravou a conversa do Governador de São Paulo com o líder da facção criminosa PCC?

Voltando ao povo indignado.

Por que não existe esse clamor popular, esta indignação e esta revolta a favor das vítimas e contra o deputado Hildebrando? Contra o jornalista Pimenta Neves? Contra o Promotor Igor? Contra a PM de Eldorado de Carajás? Quantos mais? Para ficar apenas em nossa história recente.

Esta é nossa sociedade que produz desinformados, ignorantes e alienados a torto e a direito, assistam seus programas todas as tardes onde imbecis bisbilhotam a vida alheia e propagam a mediocridade através das antenas de TV. Voltem para frente de seus aparelhos, alimentem-se de esterco, mas guardem em seus corações tudo o que pensam.

A propósito, será que Suzane Richtofen poderá assistir aos jogos do Brasil? Beneficiada pelo presente do Governador. Esta sem dúvida é uma questão bem pertinente.

Por favor, mandem a pobre e desequilibrada Suzane para a cadeia. Para ser violentada e morta e assim ajudar a absolver os pecados desta nossa sociedade doente.

Um comentário:

Marly Tudisco disse...

Concordo com vc! Comentário sem comentários!
Essa sociedade é mesmo nojenta...

Beijos